Instituto Brasileiro de Museus

Museus Ibram Goiás

Acervo do Museu de Arte Sacra da Boa Morte está disponível online

Pesquisadores e o público em geral poderão ter acesso a 111 itens do acervo do museu por meio da plataforma eletrônica Tainacan.

publicado: 22/02/2020 10h24, última modificação: 28/02/2020 10h11

O Museu de Arte Sacra da Boa Morte disponibilizou, nesta sexta-feira, 21 de fevereiro, parte do seu acervo na Internet. Pesquisadores e o público em geral poderão ter acesso a 111 itens do acervo do museu por meio da plataforma eletrônica Tainacan.

Em conjunto, os três museus Ibram no estado de Goiás, disponibilizam 725 peças de diversas tipologias, com destaque para os objetos que narram as memórias e histórias culturais, sociais, econômicas e religiosas no centro-oeste. Outros 13 museus Ibram também já disponibilizaram seus acervos online. Veja aqui.

Sobre o Museu

O Museu de Arte Sacra da Boa Morte está localizado no centro histórico de Goiás. O imóvel foi construído para abrigar uma Igreja para Santo Antônio de Pádua em 1779, mas devido a proibição real de edificações religiosas pertencentes a militares, foi doada à Confraria dos Homens Pardos da Boa Morte, que em 1792 concluiu a edificação em homenagem a Nossa Senhora da Boa Morte. O edifício foi tombado pelo Iphan em 1951 e ganhou a função de Museu em 1969.

Seu acervo é constituído por mais de 1.000 itens, incluindo peças de arte sacra e objetos religiosos, prataria e indumentária. O museu abriga a maior coleção de obras do artista José Joaquim da Veiga Valle.

Matéria produzida pela ASCOM/Ibram