Instituto Brasileiro de Museus

Museus Ibram Goiás

Você conhece a historia de Damiana da Cunha?

Exposição Imaginar os Sertões de Damiana da Cunha

publicado: 18/11/2021 13h45, última modificação: 19/11/2021 14h58

Você conhece a historia de Damiana da Cunha?

Damiana, mulher Panará-Caiapó, neta do cacique Angraí-ocha, foi entregue por ele para ser criada pelo governador da província de Goiás, Luís da Cunha Meneses. Nasceu por volta de 1779 e morreu em 1831 (viveu aproximadamente 52 anos). A cristianização de Damiana, no entanto, não levou à perda da sua língua materna e nem a separou do seu povo, considerado bravio e selvagem, um entrave à ocupação colonial da região central do país, o que permitiu que a menina crescesse entre dois mundos diversos e antagônicos: o do branco colonizador e o do indígena, inferiorizado e buscado para ser mão de obra do empreendimento colonizador. Damiana da Cunha, uma mulher de corpoalma dupla.


Para saber mais dessa história, visite a Exposição Imaginar os Sertões de Damiana da Cunha, aberta à visitação do público (seguindo protocolos sanitários) no Museu das Bandeiras, cidade de Goiás.


A exposição é o resultado de pesquisas, ação educativa, lives, oficinas inspiradoras realizadas com mulheres indígenas, negras e quilombolas, artesãs e artistas residentes na Cidade de Goiás e entorno.  É possível também fazer um tour pela exposição virtual e conhecer as obras artísticas em detalhes, a concepção de cada uma a partir da descrição das artistas que emprestaram seus olhares para dar vida à história de Damiana. 

 

Exposição Virtual

Ficha Técnica

IMAGINAR OS SERTÕES DE DAMIANA DA CUNHA

Coordenação geral – CAROLINA SANTOS

Artistas – ÁDRIA LOPES | AIA ORO IARA | AYANNA DURAN | DERCI FELIPE DE ASSIS |EUNICE DA ROCHA MORAES RODRIGUES TAPUIA | FABIANA FRANCISCA SANTOS | FERNANDA FARIAS DOS SANTOS | DONA XICA (Maria das Graças Siqueira Campos) | MARCELENE DIVINA DE SOUZA CAMARGO CARDOSO | MARTA QUINTILIANO | NAYARA GONÇALVES | NEI CLARA DE LIMA | RENATA CAETANO | VIVIANE GOULART

Ateliê de criação artística – AIA ORO IARA | CÁSSIA OLIVEIRA

Curadoria – NEI CLARA DE LIMA

Fotografia – GEISLA AGUIAR

Projeto expográfico – ALUANE DE SÁ | NEI CLARA DE LIMA 

Identidade visual – AIA ORO IARA

Audiovisual e exposição virtual – ELISA DI GARCIA

Produção e montagem – ALUANE DE SÁ | CECÍLIA KANDA

Ação educativa – ALUANE DE SÁ | MIRNA KAMBEBA OMÁGUA YETÊ ANAQUIRI 

Mediação – ANA MARIA MAIA | DJANAINA MARICCIRI

Apresentação – Fundo de ARTE e CULTURA de GOIÁS

Este Projeto foi contemplado pelo EDITAL DE FOMENTO ÀS ARTES VISUAIS 19/2018 do Fundo de Arte e Cultura do Estado de Goiás 2018apoio CCUFG | Museu das Bandeiras | Casa de Ciça – experiência e residência em arte | Projeto de Extensão “Das Margens ao Centro da Roda de Conversa” (IFG – Cidade de Goiás)